Um blog de Alagoinhas e região com notícias dos melhores blogs do estado da Bahia, do Brasil e do mundo

Imagem

Meio-irmão de ACM Neto ingressa na política

Nenhum comentário

Meio-irmão de ACM Neto ingressa na política

Data: 16/05/2012
11:42:09
Está filiado ao PSD, visando “construir um projeto próprio, sem aproveitar o sobrenome”, o advogado Ramon Magalhães, de 29 anos, filho do ex-senador Antonio Carlos Júnior e da advogada Rosângela Costa de Almeida, portanto neto do falecido senador ACM e meio-irmão do deputado ACM Neto.
Acompanhado do ex-deputado Arnando Lessa, Ramon esteve na Assembleia Legislativa, tendo feito contatos políticos e conversado com o presidente municipal de seu partido, deputado Alan Sanches, mas não deverá tentar um mandato já este ano.
Apesar de demonstrar o pendor político que caracteriza seu ramo paterno, Ramon assegura que, nesse aspecto, não tem “compromisso com a família”. “Estou me aproximando do vice-governador Otto Alencar”, revela.
Imprimir Imprimir  Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Seca "acabou a região" de Andaraí, diz prefeito

Data: 16/05/2012
11:40:51
O prefeito de Andaraí, Wilson Cardoso (PSB), está em Salvador em busca de providências que ajudem a aliviar os efeitos da seca. “Acabou a região. Estamos há um ano sem chuva. A situação é a pior possível”, afirmou. Andaraí fica na Chapada Diamantina, a 421 quilômetros de Salvador.
Solicitado a quantificar o quadro, explicou que 60% dos pequenos produtores, aqueles que têm abaixo de 20 cabeças de gado, “perderam tudo”, enquanto os grandes e médios foram obrigados a vender, com perda financeira, 80% dos rebanhos.
“O que sobrou, teve de ser mandado para outras regiões, também a custo alto, para não morrer”, completou o prefeito, lembrando que a extensão do município, de 1.900 quilômetros quadrados, torna mais difíceis as ações.
Imprimir Imprimir  Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Dinheiro existe, mas não chega ao município

Data: 16/05/2012
11:38:38
A luta do prefeito é por diversos tipos de recursos que já se imaginava conquistados, a exemplo do R$ 200 mil do Ministério da Integração Nacional. “Apresentamos o plano de trabalho, foi publicado no Diário Oficial e desde março que esperamos esse dinheiro”, disse Cardoso.
Outra preocupação é com R$ 1,2 milhão previsto no PAC I, portanto desde 2009, para ampliação de sistemas de abastecimento na zona rural. “Até hoje a Embasa não apresentou o projeto, e se isso não acontecer até o fim do mês nós vamos perder o dinheiro”.
O prefeito está fazendo contatos também com a Cerb, que perfurou poços na região, mas não instalou os equipamentos que permitiram seu funcionamento. Cardoso lamentou os obstáculos para que isso ocorra: “Nem os canos eu consigo, porque, se tivesse, já teria água em muitas localidades”.
Imprimir Imprimir  Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Segurança em Itabuna mobiliza deputados

Data: 16/05/2012
11:36:25
O deputado Augusto Castro (PSDB) cobra do governo do Estado prazos para a implantação da Base Comunitária de Segurança em Itabuna, já anunciada pelo governador Jaques Wagner.
Em reunião da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública, ontem, Castro requereu que o secretário Maurício Barbosa seja convidado para informar sobre as ações que estão sendo desenvolvidas para combater e diminuir a violência em Itabuna.
“É um absurdo que o tráfico de drogas, principalmente do crack, continue avançando e fazendo tantas vítimas sem que a sociedade saiba o que vem sendo feito pelo programa Pacto Pela Vida e os seus resultados".
Imprimir Imprimir  Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Comandante da PM também está convidado

Data: 16/05/2012
11:35:04
O deputado Coronel Gilberto Santana (PTN), também representante do município, lamentou que Itabuna tenha chegado de forma negativa às manchetes nacionais, como ontem, quando foi focalizada no programa Bom Dia Brasil, da Rede Globo.
“A ida à comissão do secretário Maurício Barbosa e também do comandante da PM, coronel Alfredo Castro, vai depender somente da agenda deles”, disse Santana, criticando ainda a situação dos presídios de Ilhéus e Itabuna:
“O diretor do presídio de Ilhéus, capitão Brito Júnior, pediu demissão porque estava ameaçado do morte. Os prisioneiros comandam da cadeia o crime na região e a população está reclamando dessa situação”.
Imprimir Imprimir  Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Mudança à vista

Data: 16/05/2012
11:33:47
Cesar Lisboa pode trocar a Secretaria de Relações Institucionais pela de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza.
Imprimir Imprimir  Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Especulações tiram Imbassahy do PSDB

Data: 16/05/2012
11:33:05
São muito fortes nos bastidores os rumores de que o deputado Antonio Imbassahy não se conforma com a “decisão pragmática” do deputado Jutahy Júnior de levar o PSDB a apoiar o deputado ACM Neto (DEM) à Prefeitura, e por isso deixaria o partido.
Ante a dúvida sobre o possível novo destino do ex-prefeito, a especulação é de que, caso disponha de uma “causa justa” para a desfiliação, como exige a legislação eleitoral, entraria no PSD, disposto a apoiar o candidatura de Nelson Pelegrino (PT).
Entretanto, na linha do que comentamos no último domingo, essa não parece ser uma boa alternativa para Imbassahy, que com isso somente acrescentaria mais uma dúvida sobre a estabilidade de sua carreira política.
Melhor seria se permanecesse onde está, cumprindo os ditames do partido e sabendo que a política em muito se assemelha ao jogo de dominó, que tem uma razoável dose de incerteza em seu transcurso, mas cuja solução está na mesa, não na cabeça dos disputantes.
Imprimir Imprimir  Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Deputado tem votos próprios

Data: 16/05/2012
11:31:34
Pesquisas internas sobre o pleito de outubro trazem um dado interessante. Neto lidera em todos os cenários, mas não sobe quando é retirado o nome de Imbassahy e colocado o da senadora Lídice da Mata (PSB), concorrentes que aparecem em segundo lugar.
Ou seja, os votos de Imbassahy são somente dele, não se confundem com o do candidato do DEM. Pelegrino mantém-se em terceiro em todos os casos, assim como Mário Kertész (PMDB), em relação ao quarto lugar.
Imprimir Imprimir  Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Líderes do bom humor

Data: 16/05/2012
11:30:20
Piada circulante na Assembleia: com a adesão do PR ao governo Wagner, César Borges indicará o novo presidente da Conder, o deputado José Rocha fará o novo titular da Secopa e o deputado Sandro Régis será o líder do governo.
O caráter anedótico da especulação – esclareça-se – é somente com relação a Sandro, que, como se sabe, é ligado ao ex-governador Paulo Souto (DEM) e adversário inconciliável do PT. Quanto ao resto, tudo é possível.
Imprimir Imprimir  Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Insatisfação na bancada

Data: 16/05/2012
11:29:15
A propósito, se o “bolo” estadual tiver mais comensais, isso só agravará o descontentamento que volta a se manifestar na “base” do governo. “A bancada só está votando, votando, e a contrapartida não vem”, diz um deputado insatisfeito.
As dificuldades se evidenciam mais neste ano eleitoral, pois “os prefeitos pressionam, principalmente os que são candidatos, e a gente não tem nada a apresentar. Se continuar assim, nós é que vamos pagar o preço na hora da reeleição”.
Imprimir Imprimir  Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Adversários esperam fim do republicanismo

Data: 16/05/2012
11:27:45
Tem gente só esperando o governo retaliar o PCdoB para soltar foguetes comemorando, enfim, o fim do republicanismo na Bahia. Muitos fatores concorreriam para isso, a começar pela postura da bancada "comunista" na Assembleia.
Um parlamentar governista, mas não do partido, lembrou que, antes da abstenção na recente votação relativa aos professores, o PCdoB, em 2011, criou dificuldades à aprovação do projeto do Planserv, no qual incluiu “emendas negociadas com o movimento social”.
Mas a motivação principal mesmo seria de ordem administrativa. Wagner estaria insatisfeito com o desempenho de Ney Campello e Davidson Magalhães, respectivamente na Secopa e na Bahiagás, e disposto a resolver o problema de uma só tacada.
Imprimir Imprimir  Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Circunstâncias afetam imagem do governador

Data: 16/05/2012
11:26:19
O governador, no entanto, sabe que terá de ser cuidadoso no manuseio daquilo que é seu maior patrimônio – a vocação do diálogo e da negociação, fruto de um espírito pouco afeito aos gestos e atos de violência política.
Nesse aspecto, vale registrar, sua situação já não é muito boa. Professores grevistas que ocupam a Assembleia Legislativa, além de pendurá-lo num poste como uma espécie de Judas, têm se referido a ele nas reuniões, pelo alto-falante, como “ex-companheiro” e “ditador”.
Por sua vez, o deputado Targino Machado (PSC), no seu bombástico discurso de ontem, disse que hoje se vê “Wagner com Paulo Magalhães, Wagner dando o braço a César Borges, Wagner com Otto Alencar, Wagner com José Carlos Araújo, todos a fina flor do carlismo”.
Imprimir Imprimir  Enviar por e-mail Enviar por e-mail

PF ainda é um problema na segurança

Data: 15/05/2012
09:40:42
Delegado com longo tempo de serviço na Polícia Civil diz, reservadamente, que há mesmo um “boicote” nas relações com a estrutura de comando da Secretaria da Segurança Pública, na qual predominam delegados “importados” da Polícia Federal, a começar do secretário.
Essa é uma marca dos governos Wagner, pois antes do atual, Maurício Barbosa, passaram pelo cargo os federais Paulo Bezerra e César Nunes, o que transmite a impressão de um “controle externo” do aparelho policial.
A subordinação de profissionais com longa carreira a novatos oriundos de outros órgãos, sem maior experiência na segurança pública, “fere a dignidade da corporação”, como diz outro policial, resultando no enfraquecimento do trabalho.
Imprimir Imprimir  Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Adesão seria "prejudicial" a Borges

Data: 15/05/2012
09:39:28
No meio político, há quem considere prejudicial a César Borges mais essa onda de aproximação com o governo Jaques Wagner, que já ocorreu sem sucesso em duas oportunidades anteriores, inclusive com a perspectiva de que ele fosse candidato à reeleição ao Senado na chapa de Wagner em 2010.
Na época, a pressão pela aliança veio de cima, especificamente do presidente Lula, interessado em agregar o máximo reforço à sua candidata à sucessão, Dilma Rousseff. Wagner engoliu, mas a resistência nas bases do PT foi tanta que o próprio Borges desistiu da empreitada, formando a chapa com Geddel Vieira Lima, do PMDB.
A leitura que se faz das movimentação atuais é que Borges, ex-governador e ex-senador, “se apequena” nesses entendimentos, especialmente porque o cargo que ocuparia “é mais uma vice-presidência inútil para a Bahia”, como a que exerce o próprio Geddel na CEF.
Um observador, que revela "simpatia" pelo político, chegou a proclamar: “César é um símbolo do antigo carlismo. Se aceitar, vai para a vala comum em que o PT quer juntar os adversários e ainda vai dividir sua turma na Bahia”. Depois, resigna-se: “Mas o que fazer, se esse for o seu destino?”
Imprimir Imprimir  Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Deputado quer reunião da Comissão de Educação

Data: 15/05/2012
09:37:24
Desde o início da greve dos professores, há 34 dias, a Comissão de Educação da Assembleia Legislativa não consegue se reunir por falta de quórum, “porque a maioria governista não comparece”, assegurou o deputado Carlos Geilson (PTN).
Para ele, o governo “não quer que o secretário da Educação compareça à Casa para ser inquirido sobre os motivos do não-atendimento às reivindicações dos professores”, supostamente por falta de recursos,  apesar de “gastar uma fortuna com contratos Reda e de prestação de serviço temporário.
Imprimir Imprimir  Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Parece que o dia não será hoje

Data: 15/05/2012
09:35:57
O colegiado, que atende pelo pomposo nome de Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público, tem sessões ordinárias às 11 das terças-feiras, mas tudo indica que hoje novamente não haverá sessão: a presidente, Kelly Magalhães (PCdoB), comunicou aos pares que está de licença médica por 15 dias.
Também representam o governo na comissão os deputados Bira Corôa (PT), Cacá Leão (PP), Ivana Bastos (PSD), Rosemberg Pinto (PT) e Zé Raimundo (PT), além dos suplentes Euclides Fernandes (PDT), Fátima Nunes (PT) e Nelson Leal (PSL). Os oposicionistas são o vice-presidente, Bruno Reis (PRP), Sandro Régis (PR) e o suplente Carlos Geilson (PTN).

Nenhum comentário :