Um blog de Alagoinhas e região com notícias dos melhores blogs do estado da Bahia, do Brasil e do mundo

Imagem

Lateral do Colo-Colo minimiza atraso de salário: 'Estamos focados no acesso'

Nenhum comentário

Lateral do Colo-Colo minimiza atraso de salário: 'Estamos focados no acesso'

por Glauber Guerra
Lateral do Colo-Colo minimiza atraso de salário: 'Estamos focados no acesso'
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
O lateral Neném, do Colo-Colo, garante que a equipe está focada em conseguir o acesso para a primeira divisão, mesmo com o atraso no salário, que venceu no dia 30 de maio.

- Estamos  focados em colocar o Colo-Colo na primeira divisão. O atraso é normal, entendemos, mas isso não vai interferir – disse o jogador ao Bahia Notícias.

Na semana passada, o elenco não compareceu a um treino, em protesto a falta de pagamento. Após uma reunião entre aletas e diretoria, ficou decidido que a dívida será quitada nesta quarta-feira (13). Mesmo que isso não aconteça, Neném descartou uma greve.

- Faltamos o treino na semana passada, pois a diretoria não falou nada. Como eles conversaram com a gente e explicaram os motivos, voltamos aos trabalhos imediatamente. Caso eles não paguem na quarta, não vamos parar, pois o objetivo é colocar o Colo-Colo de volta para a elite. A diretoria explicou os motivos e nos convenceram. O time ainda falta receber patrocínios. Mas acredito que tudo será resolvido – finalizou.

No domingo (10), o Tigre empatou em 1 a 1 com o Jacuipense, no Estádio Eliel Martins.

Comentar
   
Segunda, 11 de Junho de 2012 - 10:53

Inferioridade

por Éder Ferrari
Para ser sincero, minha expectativa para Bahia x Vasco era de que o resultado fosse mais acachapante. Fui para esse jogo com o pensamento de que, pelo menos, o time mostrasse alguma evolução técnica e tática. Para vencer, teria de se superar na raça, no espírito, na determinação e aproveitar falhas defensivas vascaínas e/ou trabalhar a velocidade dos homens de frente com algum raciocínio. A consistência do meio de campo dos cariocas é muito superior. A bola fica no chão! Nada é mais comum no futebol, do que um time ruim vencer um adversário bem melhor. Entretanto, para isso acontecer, é preciso que os jogadores se superem e mantenham a cabeça fria. Não aconteceu.
 
A superioridade técnica e tática do Vasco sobre o Bahia é muito grande. Isso não quer dizer que você não tem chances ou nem precisa jogar. Agora, também, lhe obriga a ficar mais ligado do que nunca. Por exemplo, jamais, tendo do outro lado cobradores de falta como Juninho Pernambucano, Felipe e Felipe Bastos, pode se fazer uma infração tão boba e sem motivo como a cometida por Titi. Nervosismo puro! Aquela velha história de confundir raça, com violência e precipitação. É como se você, feio e liso, fosse a uma festa disputar a maior gata do ambiente com um bonitão rico e bom de papo. Ao invés de tentar afastá-lo da menina de algum jeito, você vai apresenta os dois e ainda sai para buscar bebida na hora. Quando voltar, já era!
 
Ainda procuro uma justificativa para Falcão ter escalado desde o início Diego Varejão, Lulinha e Jones, pela segunda vez seguida. E nem sou daqueles que acho o último o ser mais desprezível do elenco. Tem piores, o que não faz dele uma opção razoável para disputar um Campeonato Brasileiro. A pergunta que mais ouvi dos torcedores foi: com esses três, quem vai fazer gol? Realmente, finalização não é o forte do trio. Tentando ver com a cabeça do treinador, vem em mente algumas razões para a utilização desses jogadores. Primeiro, por que os outros já foram testados e não resolveram. O técnico precisa buscar alternativas no elenco enquanto não chegam reforços para qualificar. Segundo, a aposta na velocidade, por ter virado um time de contra-ataque, com laterais travados e sem qualidade no apoio – Ávine está visivelmente fora de ritmo. Ainda vão demorar uns dois, três jogos para voltar ao normal. Se não entra na área mesmo, para que vai utilizar um centroavante? Não concordo!
 
De qualquer maneira, que esse jogo sirva de lição pela atitude de buscar o gol, como no segundo tempo. Contra o Atlético Mineiro foi à mesma coisa. Só buscou após sair atrás no marcador. Não dá para entrar com medo sempre que pegar um time superior. Essa postura ultradefensiva precisa acabar, principalmente se o contra-ataque não entra. Não dá para jogar sem cérebro no meio de campo. Correria sem estratégia é como um carro sem freio. Espero, também, que Falcão veja com bons olhos a saída de Lulinha. São meses sendo quase sempre um dos menos produtivos em campo e a posição de titular nunca sequer é questionada. Titi e Fahel precisam voltar a jogar ou deixar o time. Estão jogando com o nome e pela ascendência que têm no grupo. Gabriel não pode ficar tão isolado e longe do gol. Tem de treinar chutes e ter mais coragem. Contratar não é fácil e, justamente por isso, não se pode dar ao luxo de errar tanto.
 
Vendas
 
Essa é a dinâmica futurista da diretoria? Vender a maior promessa sem usá-la? Onde será aplicado esse recurso? Salários? Na própria base? No novo CT? Para contratar? Sei que administrar um clube como o Bahia não é fácil, mas é preciso ter critérios. Sou absolutamente contra vender jogadores das divisões de base, sem que antes eles deem retorno dentro de campo, no profissional. Ainda mais quando se trata de um garoto tão promissor como Filipe. Pior ainda é escutar algumas das justificativas. A pior delas é a que diz mais ou menos assim, utilizando exemplos do passado. “O Bahia não vendeu Marcone e hoje ele está aí, sem futuro.” Se o pensamento for esse, é melhor fechar a divisão de base ou virar um Corinthians de Alagoas da vida, que vive apenas para vender jogadores! Cada caso é um caso! Sem dinheiro, é preciso saber usar a base para fortalecer o time. Filipe, tranquilamente, poderia estar na vaga de Diones ou Fahel, mesmo com apenas 18 anos. Agora é cobrar que isso não vire uma praxe! Outra coisa que me incomoda são as porcentagens nas vendas. Por que o Bahia tinha apenas 50%? Como se chegou a essa porcentagem? Vendeu os outros 50% antes? Quem o colocou no tricolor? Quem eram os donos da outra metade dos direitos do rapaz? Não vale dizer que são empresários. “Empresários” são muitos! Têm de, sempre, dar os nomes aos bois, para sabermos quem é quem. Desse jeito, fica parecendo ser apenas um grupo sempre.

Comentar
   
Segunda, 11 de Junho de 2012 - 10:30

Zagueiro do Galícia comemora triunfo e já pensa no clássico contra o Ypiranga

por Glauber Guerra
Zagueiro do Galícia comemora triunfo e já pensa no clássico contra o Ypiranga
Foto: Divulgação
O Galícia venceu o Ipitanga por 3 a 0 neste domingo (10) de junho, no Estádio Junqueira Ayres e retornou a vice-liderança do Grupo 1 do Campeonato Baiano da Segunda Divisão, com 13 pontos. O zagueiro Jalnir comemorou o triunfo e já mira suas atenções no clássico do ouro, contra o Ypiranga, no próximo sábado (16), em Pituaçu.

- Foi uma vitória importante, pois nos últimos três jogos empatamos. Um time que está brigando para ser campeão não pode ficar muito tempo sem vencer. Essa vitória veio na hora certa. Agora teremos um jogo de vida ou morte contra o Ypiranga. Estamos tranquilo e pronto para fazer um bom jogo – disse Jalnir ao Bahia Notícias.

Para se classificar, o time azulino precisa vencer o Ypiranga, ou torcer para que Botafogo não vença o Ipitanga.

Comentar
   
Segunda, 11 de Junho de 2012 - 10:18

Sub-17: Bahia encara o Vitória na final da Copa Metropolitana

por Felipe Santana
Sub-17: Bahia encara o Vitória na final da Copa Metropolitana
Foto: Divulgação / Bahia
Na preliminar da partida entre Bahia e Vasco, pelo Campeonato Brasileiro da Série A, o time sub-17 do tricolor entrou em campo pela Copa Metropolitana e assegurou uma vaga na decisão da competição estadual.
 
O Bahia, treinador por Gilmey Aimberê, derrotou o Bahia de Feira, em Pituaçu, por 2 a 1. Os gols do triunfo foram marcados por Hugo e Alexsandro. Na decisão da competição, que reuniu vinte e quatro equipes, o esquadrão terá pela frente o maior rival, Vitória, que desbancou o São Francisco do Conde na semifinal, vencendo por 4 x 0.

Para conquistar o título da Copa Metropolitana no próximo domingo (17), em Pituaçu, o tricolor precisa apenas de um empate. A vantagem foi conquistada pela melhor campanha em toda competição. Foram nove triunfos em 9 jogos, com 37 gols marcados e apenas 3 gols sofridos. 

Comentar
   
Segunda, 11 de Junho de 2012 - 09:35

Abel Braga: 'Empate com Internacional foi um resultado justo'

Abel Braga: 'Empate com Internacional foi um resultado justo'
Foto: Divulgação / Fluminense
O Fluminense teve uma boa atuação contra o Internacional, neste domingo (10) no Engenhão, mas não saiu do empate em 0 a 0. Mesmo assim, o técnico Abreu Braga achou o resultado justo.

- Foi um resultado justo, apesar das duas chances claras que tivemos em cada tempo. Claro que não era o resultado que queríamos. Corremos, lutamos e demos alguns espaços que geraram contra-ataques para o Inter - afirmou o técnico.

O comandante do Tricolor das Laranjeiras elogiou o retorno de Fred, Deco e Wellington Nem. O trio fez uma boa atuação, mas sentiram a falta de ritmo de jogo.

- Abel também elogiou o retorno de Deco, Fred e Wellington Nem. Sem ritmo de jogo, o trio atuou bem, mas sentiram a falta de ritmo de jogo.

- A gente não pode exigir dos três uma atuação normal, porque eles não estão no ritmo ideal. O Deco fez um bom jogo, distribuiu e pensou bem no meio-campo. A característica da equipe muda com ele pela facilidade no passe – explicou Abel.

Comentar
   
Segunda, 11 de Junho de 2012 - 09:00

Paulo Miranda: 'Estou muito motivado'

Paulo Miranda: 'Estou muito motivado'
Foto: Divulgação/ SPFC
O São Paulo venceu o Santos por 1 a 0 neste domingo (10), no Morumbi, com gol marcado pelo zagueiro Paulo Miranda, ainda no primeiro tempo. O defensor comemorou o tento anotado e a volta por cima, após ter sido afastado no final de abril, pela atuação abaixo do esperado na semifinal do Campeonato Paulista, além de cometer pênalti em Neymar. Na comemoração, quase todos os jogadores foram em direção ao  camisa 13.

 – Para mim é motivo de luta, dedicação e de nunca abaixar a cabeça. Foi muito bom fazer o gol, importante para o time. Estou muito motivado –  declarou.

O técnico Leão também vibrou com o desempenho do atleta na partida.

 – Fiquei feliz pelo Paulo Miranda ter feito o gol. É um atleta silencioso. Se tivesse mídia e diálogo, apareceria muito mais - explicou.

Com a vitória, o time do Morumbi vai aos seis pontos no Brasileirão.

Comentar
   
Segunda, 11 de Junho de 2012 - 08:53

Elenco do Bahia ganha um dia de folga

por Felipe Santana
Elenco do Bahia ganha um dia de folga
Foto: Divulgação / Bahia
Na zona de rebaixamento e sem ainda sentir o gosto de um triunfo na Série A, em quatro partidas, o elenco do Bahia só retorna aos treinamentos na próxima terça-feira, às 09h30, no Fazendão.
 
O que raramente aconteceu no decorrer do Campeonato Baiano, os jogadores do tricolor, desta vez, terão uma semana completa de preparação antes do próximo jogo que será contra o Sport, mais uma vez em Pituaçu, domingo (17), às 17h.

Os jogadores Morais, Madson e Coelho, que estavam em fase final de recondicionamento físico, devem ser reincorporados ao grupo para reiniciar os treinos com bola. No caso do atacante Souza, o jogador depende do resultado de imagem para saber se será confirmada a cicatrização do estiramento na coxa.

Comentar
   
Segunda, 11 de Junho de 2012 - 08:27

Diego Souza comemora gol de placa em Pituaçu


Um dos protagonistas na vitória do Vasco por 2 a 1 em cima do Bahia, neste domingo (10), em Pituaçu, o meia Diego não escondeu a satisfação pelo seu desempenho em campo. O camisa 10 Cruz-maltino esbanjou categoria ao se livrar de dois defensores e encobrir o goleiro Marcelo Lomba.

- A jogada foi rápida e, assim que tirei do último marcador, já vi o goleiro saindo. Isso facilitou a definição. Quando você corre com a bola, ele acha que você vai dar um toque de lado. Mas eu acabei surpreendendo cavando. Tive essa felicidade porque ele veio andando – explicou o jogador.

Com o resultado, o Vasco chegou aos 12 pontos e é líder do Campeonato Brasileiro. Já o Esquadrão de Aço ocupa a 17ª posição, com dois pontos.

Comentar
   
Segunda, 11 de Junho de 2012 - 07:35

Falcão sai em defesa de Jones: 'Perseguição absurda'

por Felipe Santana
Falcão sai em defesa de Jones: 'Perseguição absurda'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
A vantagem de dois gols imposta pelo Vasco, ainda no primeiro tempo da partida, despertou a insatisfação de boa parte dos cerca de quatorze mil torcedores do Bahia que foram ao Estádio de Pituaçu, neste domingo (10), e não saíram nada satisfeitos com o desempenho da equipe.
 
Antes mesmo do intervalo, dois jogadores foram alvos de vaias da torcida: os atacantes Diego e Jones. O último, velho conhecida do torcedor, não só permaneceu em campo como participou dos noventa minutos.

Falcão, sempre preservando a imagem dos comandados, voltou a defender o jogador e assumiu a responsabilidade pela escalação do jogador, que fez o segundo jogo consecutivo entre os titulares.

- Não entendo o por que das vaias sobre o jogador. Parece uma perseguição absurda. A vaia faz parte do futebol, mas a torcida precisa deixar o jogador atuar. Ele teve que reagir a isso. Falei com ele: ‘Jones você vai jogar, vai jogar o jogo inteiro e a responsabilidade é minha.’ A idéia é essa. Estamos todos os dias lá, o que poucos fazem. Temos condições de saber um pouco mais do que as pessoas que não frequentam o vestiário. Dou a confiança para eles e peço para eles fazerem o que fazem no treino – defendeu o técnico.

Comentar
   
Domingo, 10 de Junho de 2012 - 20:30

Reação inconsequente

por Edson Almeida
Quando Júnior fez o gol do Bahia, a torcida já estava se encaminhando para os portões de saída, porque seria mesmo um grande milagre o Tricolor reverter a delicada situação que criou no primeiro tempo, quando foi amplamente dominado em todos os fundamentos pela melhor equipe do campeonato.
 
O Vasco chegou a 2x0 sem grande esforço, com toque de bola apurado, jogo consciente, jogadores em boa fase técnica, por isso mesmo chegou e voltou líder da competição. O Bahia foi um time muito atrapalhado, sem firmeza na zaga, sem criatividade no meio-campo e agudeza no ataque. Teimar em colocar Diego e Jones como titulares não me parece uma atitude que engrandeça o trabalho do respeitável Paulo Roberto Falcão.
 
Não se pode esconder que o Bahia teve até uma atuação alentadora no segundo tempo, mas, seguramente, há de se considerar que, com 2x0 no marcador e um futebol superior que sobrava, o Vasco tentou apenas administrar a partida – o que conseguiu, pois se levou alguns sustos, também provocou outros, até com boas chances de aumentar o marcador.
 
O Bahia teve muita luta, melhorou consideravelmente no tempo final, mas o insuficiente para transformar uma derrota desenhada muito cedo. Seu técnico há de mudar conceitos, encontrar uma nova formação porque, insistindo como está, vai ser difícil o superar a má fase.
 
A reação deste jogo mostrou apenas que o grupo tricolor ainda carece de radicais transformações, uns cinco reforços de melhor qualidade e um jogo mais consequente do princípio ao fim. 

Comentar
   
Domingo, 10 de Junho de 2012 - 19:46

Falcão elogia Vasco e não fala de reforços novamente

por Maurício Naiberg
Falcão elogia Vasco e não fala de reforços novamente
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O técnico do Bahia, Falcão, em entrevista coletiva após a derrota de 2 x 1 para o Vasco, dentro de casa, elogiou bastante o adversário carioca. Para ele, é um dos candidatos ao título nacional nesta temporada.
 
- Na medida em que crescemos no jogo, poderíamos até ter empatado, diante de um adversário muito forte, que saiu da Libertadores por detalhes contra o Corinthians. Jogamos contra equipes fortes neste início. Não acho que perder para o São Paulo no Morumbi é uma coisa absurda. O Vasco vai tirar pontos de muitos times e poderíamos ter empatado. Tive jogadores que foram fantásticos no empenho e neste sentido estão de parabéns – disse.
 
O comandante tricolor evitou reforços diretamente, mas adiantou que precisa de mais nomes para compor o elenco.
 
- Em relação a reforços, é o tipo do assunto que não falo. Sempre falei que precisamos, porque teremos lesões e tudo isso faz parte de um time. Todos sabem que o Bahia tem suas dificuldades econômicas. 

Comentar
   
Domingo, 10 de Junho de 2012 - 19:22

Danny Morais: ‘Acreditamos em nosso trabalho’

por Maurício Naiberg
Danny Morais: ‘Acreditamos em nosso trabalho’
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Titular na derrota para o Vasco nesta noite de domingo (10), no Pituaçu, por 2 x 1, o zagueiro do Bahia, Danny Morais, afirmou que o tricolor precisa mudar sua postura se quiser vencer grandes equipes da Série A.
 
- Acreditamos em nosso trabalho. Temos que mudar algumas coisas. Se deixarmos times de qualidade, como o do Vasco, jogarem, vamos ser surpreendidos – disse.
 
No próximo domingo, dia 17, o time de Falcão vai encarar o Sport, no Pituaçu.

Comentar
   
Domingo, 10 de Junho de 2012 - 19:18

Júnior: ‘Aqui (Pituaçu) tem que ser o caldeirão’

por Maurício Naiberg
Júnior: ‘Aqui (Pituaçu) tem que ser o caldeirão’
Foto: Agência Haack / Bahia Notícias
Autor do gol do Bahia na derrota de 2 x 1 para o Vasco, nesta noite de domingo (10), o atacante Júnior afirmou que o tricolor não pode deixar escapar pontos dentro de casa. Para ele, o Pituaçu tem que ser o caldeirão.
 
- Não é o que nós queremos. Aqui (Pituaçu) tem que ser o caldeirão. Todo mundo tem que suar para ganhar da gente. O primeiro tempo não foi bom. Se tivéssemos a mesma postura do segundo tempo, venceríamos, mas não teve tempo – disse.
 
No próximo domingo, dia 17, o time de Falcão vai encarar o Sport, no Pituaçu.

Comentar
   
Domingo, 10 de Junho de 2012 - 19:06

Magno quer triunfo sobre o Sport para reverter quadro

por Maurício Naiberg
Magno quer triunfo sobre o Sport para reverter quadro
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Depois de uma boa exibição na derrota para o Vasco nesta noite de domingo (10), o meia do Bahia, Magno, espera que a equipe tricolor possa reverter o quadro desfavorável já na próxima rodada da Série A.
 
- Difícil esse período sem ganhar. Vamos trabalhar agora e esperar a primeira oportunidade para reverter isso – disse.
 
No próximo domingo, dia 17, o time de Falcão vai encarar o Sport, no Pituaçu. 

Comentar
   
Domingo, 10 de Junho de 2012 - 18:57

Vasco vence Bahia no Pituaçu e aumenta crise tricolor

por Maurício Naiberg
Vasco vence Bahia no Pituaçu e aumenta crise tricolor
Juninho abriu o marcador no Pituaçu | Foto: Max Haack / Ag. Haack
Com uma boa apresentação, o Vasco não teve dificuldades para vencer o Bahia na noite deste domingo (10), por 2 x 1, em pleno Pituaçu, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Após o resultado negativo, o tricolor, que continua sem vencer na competição, entrou novamente na zona de rebaixamento. Agora, a equipe de Falcão ocupa a décima sétima posição, com dois pontos. No próximo dia 17, os baianos enfrentarão o Sport, dentro de casa.
 
Vasco domina primeiro tempo com direito a golaço de Diego Souza
Dinâmico e muito mais ofensivo, o Vasco não teve dificuldades para chegar ao primeiro gol no jogo logo aos sete minutos. O meia Diego Souza recebeu lançamento na entrada da área e recebeu um pontapé do zagueiro Titi. Na cobrança da falta, o experiente Juninho Pernambucano não teve perdão e colocou no ângulo direito de Marcelo Lomba, que só observou a bola estufando as redes.
 
Mantendo a boa postura, o alvinegro carioca continuou a pressão e por pouco não ampliou aos 19. Alecsandro e Éder Luís trocaram figurinhas dentro da área e na hora do chute do primeiro, Titi chegou para cortar. No minuto seguinte, o centroavante carioca acertou uma cabeçada na trave de Lomba, assustando a torcida tricolor.
 
Mas aos 31 não teve jeito. Em grande estilo, Diego Souza tratou de fazer um golaço. O meia cruzmaltino entrou na área, driblou Titi e Fabinho ao mesmo tempo e tocou por cima de Lomba, deixando ainda mais preocupada a torcida tricolor, que vaiou muito o time na saída para o intervalo.
 
Cariocas seguram resultado a aumentam crise tricolor
Precisando reverter o quadro desfavorável, o tricolor partiu para cima do Vasco desde o início do segundo tempo. E com as entradas de Magno e Júnior, os mandantes cresceram e criaram uma grande chance aos oito minutos. O Diabo Loiro acertou um lindo chute no gol de Fernando Prass, que defendeu com os pés. No rebote, Gabriel também tentou, mas o arqueiro vascaíno estava esperto para salvar de novo.
 
Sem tempo a perder, o tricolor chegou com perigo novamente aos 13. Na cobrança de escanteio, Titi recebeu a bola sozinho, se atrapalhou e ainda conseguiu chutar, exigindo de Prass outra grande intervenção.
 
E antes do apito final do gaúcho Anderson Daronco, no apagar das luzes, o tricolor diminuiu. Júnior pegou a redonda dentro da área, brigou com os zagueiros e tocou de perna direita na saída de Prass.
 
CAMPEONATO BRASILEIRO
SÉRIE A
Bahia 1 x 2 Vasco
Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 10/06/12
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock (FIFA-SC) e Nadine Schram Camara (SC)
Público: 17.908 pagantes
Renda: R$ 380.505,00
 
Bahia: Marcelo Lomba; Fabinho, Danny Morais, Titi e Ávine; Fahel (Ciro), Diones; Gabriel e Diego (Magno); Lulinha (Júnior) e Jones Carioca. Técnico: Paulo Roberto Falcão.
 
Vasco: Fernando Prass; Allan, Renato Silva, Rodolfo (Dedé) e Felipe (Thiago Feltri); Nilton, Fellipe Bastos, Juninho Pernambucano e Diego Souza (Carlos Alberto); Éder Luís e Alecsandro. Técnico: Cristovão Borges.

Comentar
   
Domingo, 10 de Junho de 2012 - 16:43

Hamilton ultrapassa Alonso no final, vence o GP do Canadá e garante a liderança do campeonato

Hamilton ultrapassa Alonso no final, vence o GP do Canadá e garante a liderança do campeonato
Brigando até as últimas voltas pela liderança, Lewis Hamilton, da McLaren, venceu o Grande Prêmio do Canadá, neste domingo (10). Na etapa final, o inglês realizou uma ultrapassagem sensacional que lhe deu o primeiro lugar no pódio. Com isso, o piloto da equipe inglesa se tornou o sétimo vencedor diferente desta temporada da Fórmula 1. Com a vitória, Hamilton é líder isolado da temporada de 2012 da F-1, com 88 pontos.

Os outros dois pilotos que completaram o pódio foram dois novatos: Grosjean, da Lotus, e Perez, Sauber, ficaram com o segundo e terceiro lugar, respectivamente.
 
O alemão Sebastian Vettel, pole position,  fez 1m15s752, melhor tempo da corrida e garantiu o quarto lugar. Fernando Alonso, da Ferrari, foi o quinto. Enquanto isso, os brasileiros Felipe Massa, da Ferrari, e Bruno Senna, da Williams, terminaram em 10º e 17º, respectivamente.
 

Comentar
   
Domingo, 10 de Junho de 2012 - 16:35

Arbitragem definida para Vitória e Guarani no Barradão

por Maurício Naiberg
Arbitragem definida para Vitória e Guarani no Barradão
Edivaldo Elias apita jogo no Barradão na próxima terça-feira
A diretoria de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sorteou neste último sábado (9) o trio de árbitros que trabalhará na partida entre Vitória e Guarani, nesta terça-feira (12), às 21h, no estádio Manoel Barradas, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da segunda divisão.
 
Confira a escala:
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR/CBF)
Assistentes: 1 - José Carlos Dias Passos (PR/CBF) e Adair Carlos Mondini (PR/CBF).
Quarto árbitro: Johnn Herbert Alves Bispo, da Federação Bahiana de Futebol.

Comentar
   
Domingo, 10 de Junho de 2012 - 15:31

Vitória e Guarani: ingressos à venda

por Maurício Naiberg
Vitória e Guarani: ingressos à venda
Foto: Divulgação
A diretoria do Vitória colocou à disposição do seu torcedor os ingressos para a partida desta terça-feira (12), contra o Guarani, às 21h, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da segunda divisão. As arquibancadas, para mandantes e visitantes, custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia).
 
Já as cadeiras, exclusivas para a torcida do Leão, têm o valores de R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia).
 
Pontos de venda
Loja do Leão - Shopping Capemi (ao lado do Iguatemi)
Loja do Leão - Shopping Center Lapa
Estação Rubro-Negra - Shopping Paralela
Estação Rubro-Negra – Salvador Norte Shopping (Rótula do Aeroporto)
Loja Leão da Barra – Shopping Passeo (em frente ao Parque da Cidade)
Barradão

Comentar
   
Domingo, 10 de Junho de 2012 - 14:25

Carpegiani comanda treino e realiza experiências no time

por Maurício Naiberg
Carpegiani comanda treino e realiza experiências no time
Foto: Divulgação
Depois de um sábado de folga na Toca do Leão, o elenco do Vitória se reapresentou neste domingo (10), visando a partida da próxima terça-feira (12), contra o Guarani, às 21h, no estádio Manoel Barradas, pela sexta rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro da segunda divisão.
 
Contando com os retornos de alguns atletas, o técnico Paulo César Carpegiani fez algumas experiências no time titular. Logo na defesa, sem Léo, lesionado, o jovem Carlinhos, que ainda não estreou com a camisa do clube, ganhou uma oportunidade e pode ser titular diante do Bugre.
 
Ainda no sistema defensivo, o experiente Wellington Saci ganhou a vaga de Mansur, de fora das atividades com um problema muscular. O restante da zaga permaneceu o mesmo do triunfo sobre o Boa em Varginha na última sexta-feira, por 2 x 1.
Já no ataque, Marquinhos cedeu o lugar a Dinei, que já está recuperado de uma pancada no joelho, que o tirou da viagem ao interior mineiro.
 
Nesta segunda-feira (11), todo o grupo volta ao batente e Carpegiani encerra as atividades para o jogo com os paulistas.

Comentar
   
Domingo, 10 de Junho de 2012 - 09:29

Em Pituaçu, Bahia encara o Vasco de olho no primeiro triunfo

por Felipe Santana
Em Pituaçu, Bahia encara o Vasco de olho no primeiro triunfo
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
São três jogos e apenas dois pontos conquistados. Por enquanto, nada de triunfos para o tricolor. Do outro lado, sobra. O time carioca não é só líder como também segue com 100% de aproveitamento nas três primeiras rodadas do Brasileirão. Neste domingo (10), em momentos opostos, Bahia e Vasco se enfrenta no Estádio de Pituaçu, às 17h.
 
Paulo Roberto Falcão dificilmente terá o que esconder para partida diante dos cariocas. Sem problemas de lesão ou suspensão, o técnico deve repetir a mesma formação que empatou com o Atlético Mineiro, na última rodada. A única modificação na equipe acontecerá no dono da camisa 1. De contratado renovado e regularizado, o titular Marcelo Lomba retorna no lugar de Omar, apesar da bela apresentação do reserva quando solicitado. O restante do time segue o mesmo. O meia Zé Roberto, que poderia ser uma opção para o decorrer da partida, sentiu dores lombares e foi vetado pelo departamento médico do clube. Além dele, o comandante tricolor não pode contar Morais, Madson, Coelho, Souza e Jéferson. Todos em fase de recondicionamento físico, após lesão.

Vasco
Cristoão Borges terá problemas para definir a escalação. No caso do técnico vascaíno, sobra opções. O zagueiro Dedé, recuperado de um edema ósseo, que o deixou de molho por dois meses, está à disposição do treinador. Além de defensor, o lateral-esquerdo Thiago Feltri também foi liberado pelo departamento médico e pode reaparecer. Resta saber se ambos começarão ou ficarão no banco de reservas. Se decidir por manter os dois como opção para o decorrer da partida, Cristovão repetirá a mesma formação que goleou o Náutico, com Felipe na lateral e Juninho Pernambucano no meio.

Campeonato Brasileiro
Bahia x Vasco
Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)
Horário: 17h
Data: 10/06/12
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock (Fifa-SC) e Nadine Schram Camara (SC)
 
Bahia: Marcelo Lomba, Fabinho, Danny Morais, Titi e Ávine; Fahel, Diones, Gabriel e Diego; Lulinha e Jones. Técnico: Paulo Roberto Falcão.
Vasco: Fernando Prass, Fagner, Dedé (Renato Silva), Rodolfo e Felipe (Thiago Feltri); Nilton, Fellipe Bastos, Juninho e Diego Souza; Eder Luis e Alecsandro. Técnico: Cristovão Borges.

Comentar
   
Sábado, 09 de Junho de 2012 - 18:13

Neymar lamenta derrota, mas exalta Seleção: ‘Nos comportamos bem’

Neymar lamenta derrota, mas exalta Seleção: ‘Nos comportamos bem’
Foto: Reuters
A base da Seleção Olímpica enfrentou uma Argentina empolgada e com o melhor jogador do mundo neste sábado (9) e acabou derrotada por 4 a 3. Em um jogo bastante disputado, os meninos do Brasil conseguiram se impor em diversos momentos no teste mais difícil para os Jogos Olímpicos de Londres, que serão disputados em julho e agosto.
 
Para Neymar, que jogou centralizado na partida contra os argentinos e acabou rendendo mais, a derrota não tira o mérito da Seleção.

- Eu saio triste [da partida] por ter perdido e ter tido chances de vencer. Nós perdemos, mas nos comportamos bem, fomos para cima, buscamos o jogo. Mas infelizmente vacilamos no final e fomos derrotados – comentou após o jogo.
 
O atacante agora retorna ao Santos pensando na semifinal da Libertadores diante do Corinthians, na próxima quarta-feira (13), na Vila Belmiro.

Comentar
   
Sábado, 09 de Junho de 2012 - 17:59

Em jogo equilibrado, Messi marca três e Argentina derrota o Brasil

por Cláudia Callado
Em jogo equilibrado, Messi marca três e Argentina derrota o Brasil
Um jogo digno do clássico Brasil e Argentina. Com as duas equipes buscando o placar, com polêmicas, com o melhor do mundo fazendo a diferença e com sete gols e viradas, a Seleção, jogando de igual para a igual, perdeu para os argentinos por 4 a 3, com direito a três gols Messi. Agora, o foco de Mano Menezes volta-se para a Olimpíada de Londres, que será disputada em julho e agosto. O time que disputou os quatro amistosos preparatórios para o torneio deve ser a base da equipe que buscará o inédito ouro olímpico.

Com Neymar pelo meio, Brasil começa bem e Rômulo abre o placar
Uma Seleção Brasileira de jovens jogadores contra a Argentina embalada com o que tem de melhor. Para enfrentar esse desafio, o técnico Mano Menezes mudou o posicionamento de Neymar e o colocou no meio puxando as jogadas ofensivas. O resultado inicial foi bom. Nos primeiros minutos de partida, apenas o Brasil chegou ao ataque. Marcando a saída de bola dos hermanos, os brasileiros tiveram a primeira chance com o santista aos 2 minutos. O camisa 11 arriscou com o pé direito e a bola passou pelo do gol de Romero. 
 
Com a Seleção bem, a primeira arrancada de Messi, característica principal do melhor jogador do mundo, só aconteceu aos 11 minutos. Após vacilo de Rômulo, o atacante recebeu e, com muita velocidade, tentou passar pela marcação brasileira. O substituto de Thiago Silva, Bruno Uvini, estava atento e afastou o perigo.
 
O Brasil continuou com o bom ritmo inicial e quase abriu o placar aos 15 minutos. Hulk recebeu lançamento espetacular de Oscar, chega na área e chuta forte no gol de Romero, obrigando o arqueiro a fazer boa defesa. A boa atuação brasileira foi premiada aos 22. Em cobrança de falta, Neymar colocou na área, Rômulo apareceu livre para finalizar e abrir o placar.
 
Messi aparece e vira o jogo
Em mais uma chegada do Brasil, a primeira polêmica do jogo. Neymar recebeu de Rômulo e, dentro, da área é derrubado pelo zagueiro argentino. Os brasileiros reclamam de pênalti, mas o árbitro americano não marca nada. Dois minutos depois, o santista arrancou pelo meio, é pressionado por Zabaleta e caiu na frente de Romero. Novamente o jogador pede a marcação da falta, mas o jogo segue. 
 
Depois disso, o melhor do mundo resolveu aparecer no jogo. Um minuto, Messi dá a resposta à Neymar. Sandro perdeu a bola no meio de campo para Higuaí que enfiou para o atacante. O craque do Barcelona apareceu em velocidade na cara de Rafael e empatou a partida. Não satisfeito, aos 33, ele deu aos hermanos a virada. Novamente livre, o camisa 10 driblou o arqueiro do Santos, marcando o segundo dele. 


Oscar mais uma vez se destaca e empata o jogo
No segundo tempo, o setor ofensivo da Seleção continuou bem. No entanto, a defesa dava espaço para as arrancadas dos argentinos. No entanto, o Brasil também tinha um camisa 10 diferenciado. Aos 10 minutos, o jovem Oscar fez boa jogada com Hulk e saiu de cara para o gol. Com tranquilidade, o meia do Inter empatou o jogo. Após marcar o seu, o jovem deixou o gramado sentindo dores na costela, dando lugar a Giuliano.
 
O jogo seguiu disputado, com boas chegadas das duas seleções. O Brasil perdeu a chance de virar a partida aos 19 minutos com Leandro Damião. Após cobrança de Hulk na área, o atacante do Inter ficou livre na área, mas não pegou bem na bola e a finalização saiu pela linha de fundo.
 
Hulk vira para o Brasil, mas Argentina empata novamente
Os meninos brasileiros sabiam da importância da partida para elevar a moral do grupo e partiam para cima do adversário. E, de tanto perder boas chances, Hulk, aos 26 minutos, conseguiu fazer o seu gol. O gol da virada da Seleção. Neymar cobrou escanteio, Romero saiu mal, espalmando a bola para cima. Na sobra, o atacante do Porto balança as redes.
 
No entanto, três minutos depois, veio o balde de água fria. E o gol saiu também de uma cobrança de escanteio. Após o lance, Federico Fernández subiu e empatou novamente a partida.Com o placar novamente em igualdade, a impressão era de poderia mudar a qualquer momento. E em mais uma boa arrancada de Messi, aos 36 minutos, só restou a Danilo a opção de fazer uma falta perigosa no melhor do mundo. Na cobrança, o argentino cobrou com precisão, mas Rafael estava esperto e evitou o que seria o terceiro gol do camisa 10.

Mais uma vez o melhor do mundo vira para os argentinos
Mas não é atoa que ele é o melhor do mundo. Em qualquer lance, ele pode desequilibrar. E aos 39 minutos provou isso. O camisa 10 do Barcelona arrancou pela direita, bateu colocado e marcou um golaço, sem chances para Rafael. No final, o desnecessário apareceu: o atacante argentino Lavezzi fez falta em Marcelo e depois o agrediu, o que gerou uma pequena confusão entre os jogadores. O árbitro americano expulsou os dois.

Aguero ainda teve chance de ampliar, aos 47, mas pegou mal na bola e ela passou pela linha de fundo. Com o apito do árbitro, encerrou-se um grande jogo de futebol, digno da grandeza de Brasil e Argentina. 


FICHA TÉCNICA
ARGENTINA 4 x 3 BRASIL
Local: MetLife Stadium, Nova Jersey (EUA)
Data: 09/06/2012 
Árbitro: Jair Marrufo (MEX)
Cartões amarelos: Gago (ARG), Higuaín (ARG), Mascherano (ARG); Rafael (BRA), Danilo (BRA)
Cartões vermelhos: Marcelo (BRA); Lavezzi (ARG)
Gols: Rômulo 22'/1ºT (0-1), Messi 31'/1ºT (1-1), Messi 34'/1ºT (2-1), Oscar 10'/2ºT (2-2), Hulk 26'/2ºT (2-3), Fernández 30'/2ºT (3-3) e Messi 39'/2ºT (4-3)
 
Argentina: Romero, Zabaleta, Federico Fernández, Garay e Clemente Rodríguez (Campagnaro); Sosa (Guiñazú), Mascherano e Gago; Di María (Agüero), Messi e Higuaín (Lavezzi). Técnico: Alejandro Sabella.
 
Brasil: Rafael Cabral, Rafael (Danilo), Bruno Uvini, Juan e Marcelo; Sandro, Rômulo (Casemiro) e Oscar (Giuliano); Hulk, Neymar e Leandro Damião (Alexandre Pato). Técnico: Mano Menezes.

Comentar
   
Sábado, 09 de Junho de 2012 - 17:52

Saída de Rafael Donato rende ao Bahia R$ 125 mil

por Felipe Santana
Saída de Rafael Donato rende ao Bahia R$ 125 mil
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O zagueiro Rafael Donato chegou ao Bahia sob muita desconfiança de todos. Jogador do Audax, da segunda divisão do Rio de Janeiro, o defensor seria mais uma aposta do departamento de futebol para temporada de 2012. Fichas depositadas corretamente. O atleta se destacou no primeiro semestre e despertou  o interesse de outras equipes.
 
O contrato de Rafael Donato encerraria no final do mês de maio e o Bahia, por apostar na contratação do zagueiro, teria prioridade na renovação de contrato que não aconteceu. O jogador optou por não permanecer no tricolor. Flamengo e Cruzeiro aparecem como possíveis destinos de Donato.

O segundo não só acertou a contratação do zagueiro como também comprou os 50% do passe, que pertenciam ao Audax. O Bahia, por ser de vitrine para  o jogador, receberá 25% do valor da transferência, o que corresponderá a R$ 125.000,00.
 

Os valores foram confirmados pelo presidente do Bahia, Marcelo Guimarães Filho, pelo Twitter.

 

Comentar
   
Sábado, 09 de Junho de 2012 - 15:07

Fórmula 1: Vettel larga na pole e Massa é o sexto

por Glauber Guerra
Fórmula 1: Vettel larga na pole e Massa é o sexto
Alemão colocou a Red Bull na frente| Foto: Divulgação
O bicampeão mundial Sebastian Vettel fez o melhor tempo para o GP do Canadá, que será realizado  neste domingo (10), em Montreal. O alemão cravou a melhor marca na última volta com o tempo de 1m13s784. Lewis Hamilton, da Mclaren, largará na segunda posição, seguido por Fernando Alonso, da Ferrari. A novidade ficou por conta do sexto lugar de Felipe Massa, com 1m14s465. Ele conseguiu a melhor posição no grid de largada até aqui na temporada. Já Bruno Senna, da Williams, largará em 16º.

Confira o grid de largada do Grande Prêmio do Canadá:

1º - Sebastian Vettel (ALE) Red Bull-Renault - 1m13s784
2º - Lewis Hamilton (GBR) McLaren-Mercedes - 1m14s087
3º - Fernando Alonso (ESP) Ferrari - 1m14s151
4º - Mark Webber (AUS) Red Bull-Renault - 1m14s346
5º - Nico Rosberg (ALE) Mercedes - 1m14s411
6º - Felipe Massa (BRA) Ferrari - 1m14s465
7º - Romain Grosjean (FRA) Lotus-Renault - 1m14s645
8º - Paul di Resta (GBR) Force India-Mercedes - 1m14s705
9º - Michael Schumacher (ALE) Mercedes - 1m14s812
10º - Jenson Button (GBR) McLaren-Mercedes - 1m15s182
11º - Kamui Kobayashi (JAP) Sauber-Ferrari - 1m14s688
12º - Kimi Raikkonen (FIN) Lotus-Renault - 1m14s734
13º - Nico Hulkenberg (ALE) Force India-Mercedes - 1m14s748
14º - Daniel Ricciardo (AUS) Toro Rosso-Ferrari - 1m15s078
15º - Sergio Perez (MEX) Sauber-Ferrari - 1m15s156
16º - Bruno Senna (BRA) Williams-Renault - 1m15s170
17º - Pastor Maldonado (VEN) Williams-Renault - 1m15s231
18º - Heikki Kovalainen (FIN) Caterham-Renault - 1m16s263
19º - Vitaly Petrov (RUS) Caterham-Renault - 1m16s482
20º - Jean-Eric Vergne (FRA) Toro Rosso-Ferrari - 1m16s602
21º - Pedro de la Rosa (ESP) HRT-Cosworth - 1m17s492
22º - Timo Glock (ALE) Marussia-Cosworth - 1m17s901
23º - Charles Pic (FRA) Marussia-Cosworth - 1m18s255
24º - Narain Karthikeyan (IND) HRT-Cosworth - 1m18s330

Comentar
   
Sábado, 09 de Junho de 2012 - 13:42

Bahia encerra preparação com rachão e jogadas ensaiadas

por Felipe Santana
Bahia encerra preparação com rachão e jogadas ensaiadas
Foto: Divulgação / Bahia
O que já não é mais novidade para ninguém, o técnico Paulo Roberto Falcão realizou o último treinamento antes de uma partida, sem a presença de torcedores ou profissionais da imprensa.
 
Em campo reduzido, os jogadores participaram de um treinamento recreativo de dois toques, que tradicionalmente acontece às vésperas de qualquer jogo. Depois do rachão, que foi apenas observado por Falcão, o técnico comandou um trabalho técnico.

Falcão orientou uma série de jogadas ensaiadas, entre faltas e escanteios. Por fim, enquanto parte do elenco deixava o campo principal do Fazendão, os atacantes fizeram uma atividade para aprimorar as finalizações. À beira do campo, o técnico conversava com os jogadores Gabriel e Ávine.

O volante Hélder recuperado de virose participou normalmente e está entre os relacionados para partida diante do time carioca.

Comentar
   
Sábado, 09 de Junho de 2012 - 13:13

Com dores, Zé Roberto não encara o Vasco

por Felipe Santana
Com dores, Zé Roberto não encara o Vasco
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Presente nas três primeiras rodadas do Brasileirão, sendo uma delas como titular, diante do São Paulo, o meia Zé Roberto está fora do jogo contra o Vasco da Gama, neste domingo (10), às 17h, no Estádio de Pituaçu.
 
Na manhã deste sábado (9), no último treinamento da equipe tricolor, o jogador se queixou de dores na região lombar e foi vetado pelo departamento médico do clube.
 
Além de Zé Roberto, o treinador Paulo Roberto Falcão não poderá contar com a presença dos laterais Coelho e Madson, dos meias Jéferson e Morais e do atacante Souza. Todos estão em fase de recondicionamento físico.

Comentar
   
Sábado, 09 de Junho de 2012 - 11:44

Douglas desabafa e quer colocar Vitória na Série A

por Maurício Naiberg
Douglas desabafa e quer colocar Vitória na Série A
Foto: Maurício Naiberg / Bahia Notícias
Em entrevista ao Globoesporte.com, o goleiro do Vitória, Douglas, falou pela primeira vez sobre as falhas no clássico Ba x Vi do dia 13 de maio, data em que o Bahia conquistou um título baiano após 11 anos na fila. Consciente do momento ruim na carreira, o jogador afirmou que não queria ter errado naquele jogo.
 
- Não precisava nem responder. Eu tive a minha falha no segundo gol. Tive minha falha como todo goleiro erra. Infelizmente foi na final. Se eu pudesse escolher não seria naquele jogo. Todo mundo quer me sacrificar por causa daquele jogo e estão querendo colocar todos os gols na conta do goleiro – disse.
 
De acordo com o arqueiro, o torcedor tem razão de reclamar dele.
 
- Eu acho que sim. Por ser em uma final de campeonato, eu até entendo o torcedor. Não podia errar e, infelizmente, eu errei. Acontece com qualquer goleiro do mundo. Já vi vários falharem em uma final. Tenho meus números desde que cheguei no Vitória até agora. São números bons, mas infelizmente errei naquele jogo. Tem algumas críticas que estão sendo por causa daquele Ba-Vi – falou.
 
Para ele, a receita para acabar com as críticas é trabalhar muito e colocar o rubro-negro na Série A este ano.
 
- Sim, sim. Acho que, se a gente conseguir o acesso, vai ser uma alegria imensa para a torcida. Estamos trabalhando para isso. A torcida do Vitória merece esse acesso para a Primeira Divisão. É uma torcida muito grande, muito bonita. Merece estar na Série A, e estamos lutando para colocar.

Comentar
   
Sábado, 09 de Junho de 2012 - 09:54

Postura de vencedor

por Maurício Naiberg
Difícil imaginar que nesta Série B algum jogo será fácil para qualquer clube que esteja na disputa. Todos os times, apesar das suas limitações, são complicados. Segunda divisão, como já havia colocado aqui anteriormente, é terra de ninguém, mas parece que o Vitória está sabendo disso, diferente do ano passado, que sofreu muito, errou além da conta e ficou mais uma vez longe da elite.
 
E neste triunfo sobre o Boa, confirmei essa mudança de postura. Logo de cara, Carpegiani parou de inventar – por poucos minutos, diga-se de passagem. Gabriel é zagueiro e ponto. Claro que Léo não tem a mínima condição de vestir a camisa rubro-negra, por ser fraco tecnicamente, psicologicamente e fisicamente, mas Carlinhos estava no banco e poderia atuar normalmente. Já vi que será mais um a sair do clube sem sequer atuar, até porque, quando poderia entrar, Carpé escolheu improvisar novamente.  Se não tiver um lateral que avance bem pela direita, Marquinhos será prejudicado sempre e seu rendimento cairá, como tem acontecido.
 
Isso fica claro com as boas atuações de Tartá na esquerda. Ele achou Mansur para dar um suporte e cresceu bastante. O garoto, por sinal, precisa ganhar mais confiança, pois tem apenas 18 anos. Evidente que vai oscilar, até porque foi contratado, junto ao Bahia, para integrar às divisões de base, não ao elenco profissional. Se trabalharem ele direitinho, vai ser dono dessa 6 tranquilamente.

Quem não dá, realmente, é Xuxa. Já teve todas as oportunidades do mundo e não aproveitou. Mesmo na fase ruim que se encontra, Geovanni não pode deixar de ser relacionado para ver Xuxa jogar. É suicídio isso.
 
Agora, como é bom ver um time com Uelliton de volta. Até Rodrigo Mancha, com todas as suas limitações, evolui. Com Michel retornando, as coisas ficarão melhores neste setor de marcação. Os dois se encaixam e dão uma segurança grande aos meias, principalmente, que podem atacar sem preocupações.
 
Gostei de ver a postura tática bem definida também. Sei que o Boa não é parâmetro para nada, porém, a vontade de vencer do Leão me deixa animado. Buscar o triunfo, sem medo de perder, como em 2011, torna-se um passo importante para o sucesso.
 
Para se ter uma ideia, no ano passado, nos cinco primeiros jogos, o Vitória havia conquistado sete pontos e ocupava a 12ª posição. Hoje são dez pontos e uma terceira colocação. Tem que acreditar!

Comentar
   
Sábado, 09 de Junho de 2012 - 09:29

Ávine alerta sobre retranca: 'Não podemos entrar com essa postura'

por Felipe Santana
Ávine alerta sobre retranca: 'Não podemos entrar com essa postura'
Foto: Divulgação / Bahia
Contra o Atlético Mineiro, na última rodada, o sistema ofensivo do Bahia quase não apareceu durante os noventa minutos. Poucas finalizações e muitas críticas. Não foi à toa que o goleiro Omar foi escolhido como o grande destaque do tricolor na partida. A postura da equipe não agradou ao lateral-esquerdo Ávine.
 
O xodó da torcida, que atuou durante noventa minutos pela primeira vez na temporada, admite que o tricolor exagerou na postura defensiva e alerta sobre o perigo na repetição do mesmo comportamento contra o Vasco, domingo (10), em Pituaçu.

- Nosso time demorou praticamente o jogo todo para atacar. Nosso time recuou. Lá dentro e com apoio da torcida, o Atlético impôs um ritmo acelerado de jogo. Conversamos isso no vestiário, mas não adiantou. Não podemos entrar em campo com essa atitude e pensamento.

Feliz da vida por voltar a jogar e não sentir qualquer tipo de lesão, o lateral-esquerdo não vê a hora de poder entrar em Pituaçu e sentir o calor da torcida, o que não acontece desde a última rodada do Brasileirão de 2011, quando o Bahia derrotou o Ceará e alcançou uma vaga na Copa Sulamericana.

- Me sinto muito feliz por estar voltando a jogar. Ansiedade muito grande de voltar ao Pituaçu, de encontrar o nosso torcedor, de ver o estádio cheio. Isso mexe comigo dentro de campo – comentou.

Comentar
   
Sexta, 08 de Junho de 2012 - 23:29

Apesar do triunfo, Ricardo Silva admite que Vitória não jogou bem

por Felipe Santana
Apesar do triunfo, Ricardo Silva admite que Vitória não jogou bem
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Mais uma vez à beira do campo e também responsável pela entrevista coletiva depois do jogo, o auxiliar Ricardo Silva falou sobre o triunfo do Vitória sobre o Boa Esporte e reconhece que o time baiano deixou a desejar na parte técnica.
 
Entretanto, o auxiliar fez questão de exaltar a dedicação de todos os jogadores durante os noventa minutos.

- Alternamos momentos bons e ruins durante o jogo. O Vitória realmente não esteve bem. Não é à toa que o nosso melhor jogador foi o Douglas. O jogo serviu para nos mostrar que precisamos corrigir alguns erros como a marcação e também na articulação das jogadas – analisou.

No final do primeiro tempo, o lateral-direito Léo sentiu dores no ombro e precisou deixar o campo. Carlinhos, jogador da posição, e o zagueiro Gabriel Paulista estavam no banco de reservas. Carpegiani escolheu pelo segundo e, na entrevista coletiva, Ricardo Silva explicou a escolha do técnico.

- É verdade. O professor achou melhor por colocar o Gabriel que já estava jogando na posição. Serviu para segurar mais o time por causa do ataque do Boa Esporte. Isso foi importante na nossa marcação – disse.

Nenhum comentário :