Um blog de Alagoinhas e região com notícias dos melhores blogs do estado da Bahia, do Brasil e do mundo

Imagem

Movimento de Campos pode ter impacto sobre sucessão baiana | Política Livre

Nenhum comentário
Buscando atingir repercussão nas terras de além Nordeste, o governador de Pernambuco e pré-candidato a presidente da República pelo PSB em 2014, Eduardo Campos, pode fazer uma movimentação no tabuleiro político com repercussão na base aliada do governador baiano Jaques Wagner. De acordo com informações de bastidores em Brasília, Campos tanta arregimentar o PDT para indicar o vice, tendo como nome mais cotado o senador Cristovam Buarque. Caso a aliança se consolide, PSB e PDT podem repetir a dobradinha na Bahia e mexer com as pré-candidaturas da senadora Lídice da Mata (PSB) e do deputado estadual Marcelo Nilo (PDT) ao governo da Bahia. O raciocínio não é novo. Apenas inclui uma possibilidade de chapa majoritária ainda não cogitada no cenário político baiano. Tanto Lídice quanto Nilo postulam a candidatura ao Palácio de Ondina e, apesar de terem como opinião predominante a permanência da base de Wagner coesa, uma aliança como a rascunhada entre Campos e Buarque alteraria o desenho político local. Confirmada a candidatura da senadora – conseqüência direta do lançamento da campanha do governador de Pernambuco ao Palácio do Planalto -, o palanque conjunto com o PDT ampliaria o alcance da chapa. Como resultado indireto, reduziria também o leque de apoios em torno da candidatura desejada pelo PT, que não impõe diretamente nenhum nome da sigla, mas coloca como prioridade ter um quadro do partido à frente do processo.

Nenhum comentário :